Amigos

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Regina Lemos jornalista diplomada pela PUC do RS. Registro MTB nº 4312. Editora deste blog que aborda assuntos de Turismo, Eventos e Negócios. Produz matérias no Brasil e no exterior. Carreira iniciada no Jornal Zero Hora em 1977 onde atuou como repórter e fotógrafa no caderno de Variedades. A seguir, na RBS TV, trabalhou como repórter, com matérias produzidas para os jornais da emissora. Repórter especial do "Fantástico" e do programa "Mais Você", Rede Globo | São Paulo. Trabalhou na Rádio CBN do Rio de Janeiro e São Paulo. Produziu e apresentou um quadro direto da Delegacia da Mulher, no programa do comunicador Paulo Lopes, na Rádio Globo, em São Paulo. Repórter do "Programa de Domingo", na Manchete-Rio, com Paulo Alceu e Carolina Ferraz. E-mail reginadelemos@hotmail.com

15 de maio de 2011

Igreja Anglicana do Brasil pede socorro

Sem verbas para restauração , a Igreja da Ascensão, em Porto Alegre, sofre com a ação do tempo.

 A pintura das paredes , descascada, a velha escadaria que leva ao mezanino, está em estado  deplorável, e nos dias de chuva, os fieis são obrigados a procurar outro lugar para sentar, durante a realização das missas, para não chegar em casa molhados devido a tantas goteiras e infiltrações .

Não há mais reverendos na Igreja, que  atualmente, está aos cuidados do padre  Henrique . Este, com o apoio de poucos membros da comunidade, faz o impossível para que a instituição não perca a sua finalidade.

A dramática situação vem se prolongando há muitos anos, e,  caso não sejam feitos os reparos necessários e urgentes, haverá prejuízos incalculáveis. O teto, que mantém características originais, poderá desaparecer com o ataque diário dos cupins que estão devorando o revestimento de madeira.



As paredes internas e externas  estão mofadas e a umidade atinge o prédio,construido em 1920 . Os anos deixaram marcas visíveis por todos os lados, da fachada ao interior da igreja. Tempos atrás , verbas eram enviadas dos Estados Unidos, mas após a falência do Colégio Cruzeiro do Sul, que mantinha vínculo com a Ascensão, a situação mudou. Agora quem mantém a igreja é a própria comunidade, mas esta é pequena, formada por moradores antigos do bairro. Muitas vezes, aos domingos, o padre reza missa para um público de menos de 10 pessoas.


A comunidade, formada por moradores do bairro Teresópolis e ex-alunas do Colégio Cruzeiro do Sul, costuma organizar chás, almoços e vende rifas para arrecadar fundos para as obras da Igreja Episcopal do Brasil.






 O salão ficou  demasiadamente grande para  poucos participantes que compareceram ao chá do mês de maio.Os organizadores esperam que no próximo evento,em julho,  o número de pessoas seja bem maior do que o registrado neste sábado .Na ocasião, será servido um galeto com polenta, bem do jeito que os italianos  gaúchos gostam.

                                                 Texto e fotos: Regina Lemos




                                                     

Nenhum comentário: